Essa tima,do Taxitramas, um blog de um taxista de Porto Alegre.

T A X I T R A M A S: “4.7.05

4.7.05

Siga aquele touro!

Se eu tivesse escrito aqui, na semana passada, que um vaqueiro parou meu txi, embarcou com um lao em punho e pediu que eu seguisse um touro, que estava indo pela avenida, todos diriam que era s mais uma mentira deslavada deste taxista contador de vantagem. Porm, quem leu jornal ou assistiu ao noticirio na TV, segunda-feira passada, em Porto Alegre, no me deixa mentir sozinho.

Depois de escapar do brete, quando era desembarcado no cais do porto, um touro da raa Angus, pesando mais de 700 quilos, saiu em disparada pelas avenidas da capital. Desesperado, o pecuarista Lcio Stacowski, dono do bicho, embarcou no primeiro txi que passava e saiu em perseguio ao animal fujo.

Em determinado momento, tendo o txi ultrapassado o touro, o passageiro desceu, posicionou-se e, ante um estupefato taxista, laou o bicho, que, mesmo assim, seguiu em desabalada carreira por mais alguns quilmetros, at que, vencido pelo cansao, foi seguro pelo lao e maneado.

O taxista, depois de mais de hora perseguindo o touro, recebeu pela corrida e seguiu sua jornada, enquanto o animal era iado por um guincho (?) que o levaria de volta ao cais do porto.

Sugiro que este meu colega guarde os recortes de jornal, para que, no futuro, ao relatar sua fantstica corrida, no seja taxado de mentiroso e contador de vantagem, assim como, injustamente, eu sou.

Meus detratores, antes de duvidarem de meus singelos relatos, precisam entender que a realidade no precisa ser verossmil, convincente. A vida prova isso.

Escrito por MAURO CASTRO