Livros de Ficção de 2019

Minhas dicas do que li em 2019. Os em bold são os preferidos.

1. De espa̤os abandonados РLuisa Geiser Рregular Рjovem procura a ṃe em Dublin.
2. A Uruguaia – Pedro Mairal – muito bom – escritor argentino vive um romance dramático em Montevideo.
3. Entre as ṃos РJuliana Leite Рacidente coloca arteṣ deficiente em tramas que se entrela̤am.
4. Amores Mínimos – João Anzanello Carrascoza – Interessante sem empolgar.
5. A vegetariana – Han Kang. Coreana. Uma mulher vira vegetariana perturbada por sonhos e quer ser árvore, parando de comer. Muito bom e perturbador.
6. A vista particular. Ricardo Lísias. Artista desce nu de um morro e vira um acontecimento ampliado pelo YouTube e outras redes sociais. Mistura ficção e verdade.
7. O livro das evidências. John Banville. Confissões de um improvável assassino. A boa narrativa de sempre do autor.
8. Anjo noturno – Sergio Sant’anna. Contos. Interessante, como tudo de Sant’anna.
9. Homens imprudentemente po̩ticos РWalter Hugo Ṃe. Definitivamente ṇo gosto da linguagem rebuscada dele.
10. Transparência do tempo – Leonardo Padura. Excelente. Escrita direta e cativante. História atravessando o tempo dando um panorama atual de Cuba fora do exotismo.
11. Sing to it – Amy Hampel – microcontos. Bom.
12. Monica vai jantar РDavi Boaventura РImobilidade em escrita sem pontua̤̣o. Reflex̵es em fluxo de consci̻ncia.
13. Sumchi – Amós Oz. A vida de um pré-adolescente em Israel.
14. Máquinas como eu – Ian McEwan. Turing e androids em ficção. Bom, apenas.
15. Sol na Cabe̤a РGiovani Martins. Porrada. Realidade dos morros cariocas.
16. Olive Kitteridge – Elizabeth Strout – Vencedor do pulitzer, conta histórias de uma senhora rabugenta.
17. 60/35. Poesia – Max Martins – bBoa descoberta em Belém do Pará. Algumas pérolas.
18. A imensidão íntima dos carneiros – Marcelo Maluf. Poesia e prosa com memórias regida pelo medo. Muito bom.
19. Malone Morre – Beckett – Muito bom, o segundo da trilogia com Molloy e O Inominável.
20. Formas de voltar para casa – Alejandro Zambra – Excelente! Zambra vai às suas memórias de infância e discute sua vida de escritor.
21. Querida Konbini РS. Marata РExcelente livro com personagem questionando a sua humanidade e a vida normalizada e o papel da mulher no Jap̣o.
22. Molloy – Beckett. Bom. Prefiro Malone Morre.
23. A historia dos meus dentes РValeria Luiselli. Interessante, bizarro, ir̫nico.
24. Essa gente – Chico Buarque. Apenas ok.
25. A furia РSilvina Ocampo. Excelente. Perturbador. Ṇo sou f̣ de contos, mas esses ṣo muito bons.
26. Sobre os ossos dos mortos РTokarczuk. Polonesa, pr̻mio Nobel de literatura 2019. Excelente. Humanos e ṇo humanos regidos pelos astros.
27. O Verão Tardio. Luiz Ruffato. No interior do Brasil, buscando memórias. Boa narrativa.
28. Pessoas normais – Sally Rooney. História de um casal de jovens vivendo amor e amizade na Irlanda.
29. O Assassinato do Comendador 1 – Murakami. Ainda finalizando. Acho bom como todos os murakamis, sem destaque. O mesmo universo de sempre.
30. 4321 – Paul Auster. Um tijolo sem ser o melhor Auster. Ainda lendo e querendo abandonar.