YouTube e Cicarelli

Mais sobre o affaire YouTube x Cicarelli.

Essa eu recebi por email do Mauro Jeronymo, de BH, e reproduzo aqui na ntegra (com a devida permisso do autor).

Embora o site YouTube tenha tido o acesso normalizado no pis, nunca se sabe. sempre bom estarmos atentos e protestando contra qualquer forma de censura. Vejam abaixo algumas perguntas feitas pelo Mauro ao desembargador nio Santarelli Zuliani, do Tribunal de Justia de So Paulo.

Perguntar no ofende!

********************************************************************************

Carta ao Desembargador

Senhor Desembargador nio Santarelli Zuliani, do Tribunal de Justia de So
Paulo

Em primeiro lugar quero salientar que no sou advogado e nem to pouco milito
em qualquer rea ligada ao judicirio portanto, j adianto as minhas desculpas
por qualquer deslize jurdico que venha cometer. Escrevo-lhe na qualidade de
cidado brasileiro em pleno gozo da minha cidadania e de meus direitos.
Como cidado, leigo em direito, mas capaz de avaliar o que justo ou no,
gostaria que o senhor me esclarecesse algumas questes :

1) Como pode um juiz punir milhares de brasileiros que nada fizeram contra a
senhora Cicarelli ? Pergunto isto por que a vossa deciso foi em atendimento
uma representao da citada.
2) As pessoas que foram punidas no aliciaram, no coagiram, no convidaram e
muito menos induziram a senhora Cicarelli a realizar qualquer ato lcito ou
ilcito em pblico, no Brasil ou em qualquer outro pas, portanto, cabe a
perguntar, de que so culpadas?
3) Desde criana eu aprendi que fazer sexo em pblico, pelas leis, atentado
ao pudor. Dessa forma, se uma pessoa praticou ato sexual em um local pblico,
no teria essa pessoa atentado contra o pudor? E se essa tal pessoa atentou
contra o pudor, por sua livre vontade, por que milhares de brasileiros que
devem ser punidos?
4) Se uma pessoa filmou a senhora Cicarelli praticando sexo em local pblico,
no deveria ser essa pessoa que filmou quem deveria ser punida?
5) Por que no as sanes no foram impostas diretamente aos responsveis pelo
youtube?
6) Senhor desembargador, tenho utilizado alguns filmes do youtube para
preparar um curso. Agora estou impedido de ter acesso ao contedo do site.
Por que eu, que nunca filmei a senhora Cicarelli, nunca fui at a Espanha, no
conheo o cidado que fez o filme, no conheo o cidado com quem ela teve
relao sexual em local pblico, no sou proprietrio e nem responsvel pelo
site, por que eu devo ser punido ? Por que devo ter meu trabalho dificultado?
Em tempo, quero deixar claro que meu trabalho no tem nenhuma relao com a
nudez, com as relaes e muito menos com o filme da senhora Cicarelli.

Por estas questes, senhor desembargador, que gostaria que o senhor ou
qualquer pessoa neste pas me explicasse e me esclarecesse, do que somos
culpados. Creio que direito daqueles que so punidos serem informados das
razes.

Senhor desembargador, gostaria de lembrar que j enfrentamos outros momentos,
em nossa histria, onde a censura imperou de forma autoritria e jogou este
pas em um perodo de obscurantismo. Creio que a senhora Cicarelli no tenha
vivido este perodo e nem to pouco o tenha estudado, por isto peo vossa
licena para dizer a ela que se hoje ela pode fazer as coisas que ela faz,
livremente, fruto, inclusive, da luta contra a censura e pelo direito das
pessoas e dos cidados.

Finalmente, senhor desembargador, gostaria de, como cidado brasileiro,
solicitar ao senhor uma pequena ajuda. No contribua para que este pas volte a
trilhar o caminho da obscuridade da represso aos cidados, ao contrrio disto,
vamos contribuir para que este pas atinja melhores nveis para que as pessoas
no necessitem ganhar a vida expondo ou vendendo o corpo.

Agradeo ao senhor por esclarecer por que estamos sendo punidos.

Belo Horizonte, 08 de janeiro de 2007

********************************************************************************