Scrates

Scrates jogava para frente, indo para trs com seu mgico calcanhar.
Quando todos achavam que ele ia para l, ele voltava para c.
A bola l embaixo e o corpo como um espigo, ereto, l no alto.
Cabea erguida, olho atento, bola colada no p, jogava andando como em um desfile.
Catwalk on the wild side.

Era jogador, terra dos incultos, e mdico.
Era soldado e general, lder da democracia alvinegra.
Jogava sempre ligado, mas no queria concentrao.
Era da esquerda mas, quando precisava,
Chutava com as duas.

Como um Deus, era desmedido,
Na desmesura, ergueu a cabea e mostrou as fraquezas.
Forte, empinou o peito mais uma vez,
Olhou para o alto, para a torcida,
E viu a luz dos refletores.

Arrancou do meio de campo,
Leve, bola colada no p direito.
De repente, travou a chuteira, sorriu,
Deu de calcanhar,
E se foi.

Scrates, 19/02/1954 – 04/12/2011