Mobile Jornalism

Mobile Jornalism

Mostrei nesse Carnet sistemas que permitem envio de vdeo ao vivo para a web (blogs includos), pelos celulares, em direto (streaming). Escrevia no post:

“A potncia socio-cultural est em marcha. Experincias que revelam a ancoragem nos espaos de lugar, de testemunho de acontecimentos importantes ou banais, de trocas para reforo comunitrio e para gesto do tempo e do espao (mais fluidos e mltiplos) no quotidiano, assim como novas formas artsticas, vo crescer. Trata-se, como tenho insistido aqui, de prticas que enfatizam o espao de lugar, que servem como reforo comunitrio, onde imagens, vdeos e sistemas de localizao tornam-se formas de comunicao, de contato com o outro. Estamos vendo um virada espacial, local com as novas mdias locativas. No desagregao individualista ou esfacelamento dos lugares na desterritorializao e desrealizao do ciberespao.”

Agora, em meio a protestos contra a poltica chinesa por ocasio da passagem da chama olmpica, jornais esto usando o sistema para enviar vdeos ao vivo, como a TV em direto, do evento. No uma mudana radical no jornalismo, mas a incluso dessa dimenso da mobilidade e portatibilidade com os novos dispositivos. O mais interessante a abertura dessa captura de eventos em tempo real, do testemunho informativo virando informao pela difusao em rede, por qualquer um. Vejam o post do Fernando Firmino nos blogs Jornlismo e Mobilidade e Grupo de Pesquisa em Cibercidade

“Jornal americano est usando celulares para transmisso em streaming (em tempo real) dos Protestos contra a China na passagem da tocha olmpica pelas ruas dos EUA. O jornal online The Sacramento Bee utiliza a tecnologia Qik, a mesma j testada pela BBC e ADNs conforme posts j publicados. Com a tecnologia, os reprteres transmitem em tempo real direto para o site ou blog. Diversas aplicaes vm surgindo e favorecendo a prtica do jornalismo mvel e o uso de dispositivos mveis como plataformas de produo. Portanto, tecnologias da mobilidade e jornalismo se aproximam cada vez mais. Veja os videos e matria publica em Journalism.Co.Uk”