‘A democracia da internet um mito’ :: TXT Estado:

“Para ativista mexicano que desenvolve projetos em apoio aos zapatistas, faltam espaos pblicos dentro da rede

Poucos dias atrs, por exemplo, Ilich conta que uma lista de discusso criada por zapatistas e simpatizantes do movimento foi deletada pelo Yahoo! Mxico. Sem alegar qualquer motivo, a empresa desativou a conta de e-mail do moderador do grupo, criada em fevereiro deste ano. Segundo Ilich, assim como nesse caso, o tipo de censura que existe na rede atua de maneira sutil, s vezes levando o usurio atingido a procurar centrais de atendimento ao consumidor sem nunca ter sucesso.

A situao pode ficar ainda pior, de acordo com o ativista, se for adiante a idia de acabar com a neutralidade da web. H um projeto em discusso nos Estados Unidos que permitiria, em linhas gerais, que provedores pudessem bloquear ou limitar o acesso a sites que no fossem seus parceiros. Para contornar isso, as empresas ou os donos de homepages afetadas teriam de pagar um pedgio. ‘Isso deixa muito claro o futuro da internet: uma superestrada da informao ao lado de uma estrada de lama.’

Por essas e outras, Ilich acha que a nica sada lutar. ‘A rede deveria ser um patrimnio da humanidade, no o patrimnio de algum’, destaca. ‘Nesse sentido, nas ruas das cidades existem espaos pblicos, mas o mesmo no ocorre com a internet. Voc tem espaos ‘.net’, que so redes, ‘.edu’, que so escolas e universidades, ‘.gov’, que so os governos – mas no h algo que seja neutro. Tudo propriedade.'”