IoT na Mídia

Novo artigo publicado na revista Intexto, UFRGS.

Lemos, A., Marques, D, Bitencourt, E. Narrativas sobre a Internet das Coisas: um estudo exploratório das matérias veiculadas na Folha Online entre 2011 e 2016. in inTexto, Porto Alegre, UFRGS. Online First. 2019.

Narratives about the Internet of Things: an exploratory study of the articles published in Folha Online between 2011 and 2016

Abstract

The article describes how the Brazilian media shows the Internet of Things. The corpus is composed of 165 texts of Folha de São Paulo published online between 2011 and 2016. A data scraping tool was developed to extract the texts, which were analyzed using Atlas.ti. As criterion of analysis, we sought to identify the most cited objects, the qualities attributed to them, as well as the most recurrent IoT definitions. We also observed the main themes found in the texts and the judgment implied by the articles. We conclude that IoT is defined by the connectivity between intelligent objects, linked to technical and economic issues and to the imaginary of the future. These objects work mostly in the residential, health and transportation areas. Privacy issues still do not dominate the discussions.

Keywords

Internet of Things. Media Narratives. Folha de São Paulo.

Resumo

O artigo tem por objetivo descrever como a imprensa brasileira apresenta o fenômeno da Internet das Coisas. Toma-se como corpus 165 textos da Folha de São Paulo publicados online entre 2011 e 2016. Foi desenvolvida uma ferramenta de raspagem de dados com a qual se extraiu os textos, analisados posteriormente no software Atlas.ti. Como critério de análise, identificam-se os objetos mais citados, as qualidades atribuídas a eles, bem como as definições de Internet das Coisas mais recorrentes. Também são observados os principais temas associados às notícias e os juízos de valor. Conclui-se mostrando que a Internet das Coisas é definida pela conectividade entre objetos inteligentes, vinculada a questões técnicas e econômicas, ligadas à ideia de futuro. Esses objetos atuam, em sua maioria, nas áreas residencial, de saúde e de transporte. Problemas de privacidade ainda não dominam as discussões.

Palavras-chave

Internet das Coisas. Narrativas Midiáticas. Folha de São Paulo.

Seminário Internacional Midiatização

Participo na próxima semana do III Seminário Internacional de Pesquisa em Midiatização e Processos Sociais.

Faço uma conferência na Mesa 2, terça feira, dia 07/05, as 9h. Vou falar de neo-materialismo, mediacão radical e modo COM, posturas teóricas importantes para entender a dataficação e a performatividade algorítimica na atual cultura digital. 

MESA 2: TENSÕES EPISTEMOLÓGICAS ENTRE LINHAGENS

Comunicação, Mediação e Modo de Existência na Cibercultura (André  Lemos)

Mídias midialogias midiatizações (Lucrécia d’Alessio Ferrera)

Midiatização, Sociedade e Sentido: conceitos transversais (Pedro Gilberto Gomes)

Black Mirror

Meu livro “Isso (não) é muito Black Mirror” (Edufba, 2018), está agora disponível para livre download no Repositório Institucional da UFBA.

Sustento que, contrariamente à maioria das análises, a série está presa a um debate datado, não nos instruindo sobre os principais dilemas atuais associados à cultura digital. Ela fala mais do passado do que do futuro!

Digitalia 2019

Tenho a honra e o prazer de fazer a palestra de abertura do Digitalia 2019 na próxima quarta, dia 30/01 as 19h no ICBA.

Vou falar sobre os desafios atuais da cultura digital com a plataformização da sociedade e a agência performática da cultura dos algoritmos!

Gratuito!

Perfomatividade algorítimica e comunicação não-antropocêntrica

Dois artigos publicados ontem e hoje, no apagar das luzes de 2018:

LEMOS, A, BITENCOURT, E. Performative sensibility and the communication of things. In Revista  Matrizes, v.12, n.3, set./dez., pp. 165-188, 2018. DOI:http://dx.doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v12i3p165-188

LEMOS,A, PASTOR, L. Performatividade algorítmica e experiências fotográficas: uma perspectiva não-antropocêntrica sobre as práticas comunicacionais nos ambientes digitais. In Lumina PPGCOM – UFJF, v. 12, n. 3, p. 147-166, set./dez. 2018.