We.Music

“Em sua estrutura, as novas mdias so igualitrias. Por meio de um simples processo de conexo, todos podem participar dela (…) As novas mdias tm a tendncia a eliminar todos os privilgios de formao, e com isso tambm o monoplio cultural da inteligncia burguesa. Hans Magnus Enzensberger, 1970

We.Music, produzido e dirigido pela Galeria Experincia e desenvolvido por Pix, Remix Social Ideas e o MIS, um interessante documentrio sobre a transformao no campo da produo, distribuio e consumo musical causada pela revoluo digital, mais particularmente a web. O vdeo mostra como, no caso da msica, mas podemos extrapolar tambm para outras reas, a marca da cibercultura o remix, a liberdade de emisso, a facilidade de produo de contedo, o domnio da produo e da distribuio, a autonomia dos produtores em relao s indstrias de massa, a possibilidade de conhecimento de novos parceiros e do trabalho colaborativo distncia…

O documentrio tem como foco a relao dos msicos com a internet, mostrando como eles ganham maior independncia, criam novas possibilidades expressivas, abrem condies para viver efetivamente da msica, podem se tornar conhecidos sem ter que necessariamente passar por um mediador, aproveitam a abertura da redes para realizar trabalhos com parceiros que, sem a web, seria muito mais difcil, etc. Tudo isso bem conhecido e o documentrio refora o que estamos vendo diariamente na internet (liberao da emisso, domnio da distribuio, liberdade de produo, maior visibilidade, trabalho colaborativo, etc.).

No entanto, o que achei mais interessante em We.Music foi ver a construo de uma narrativa em que a cidade aparece como fundo dessa prtica, mas um “fundo” que se configura como elemento crucial (embora aparentemente marginal) da atividade dos msicos e de suas relaes com as novas tecnologias. A relao com o lugar (a cidade) assim parte fundamental da experincia dos msicos e produtores musicais e, consequentemente, de suas atuaes na Web. A cidade de So Paulo aparece como uma metrpole que cria as condies (materiais e imaginrias) para essa revoluo musical, conjugando a msica na primeira pessoa do plural. O contexto local, urbano, destaca o documentrio, parte fundamental da desmaterializao, da democratizao e da nova liberdade da produo, circulao e consumo musical na web.

Vejam alguns depoimentos:

“um lugar que representa a msica que a gente gosta o metr de So Paulo”,

“…quando falo de remix, data base, etc., lembro logo da Serra da Cantareira”,

“uma parada que entra sempre nas minhas rimas a Radial Leste…”

“o Baixo – Augusta junta temas que eu tenho pra mim quando eu fao msica”.

E por a vai…O vdeo entrecortado de depoimentos sobre a Web, a produo musical e a relao dos msicos com o espao urbano. como se a paisagem musical, sonora, nada mais fosse do que reflexo da paisagem urbana, quotidiana. Aqui, contexto agitado, mvel, dinmico, local, se relaciona com a circulao em rede, colaborativa e fluida da msica no ciberespao: espao urbano e ciberespao entrelaados nas tramas sonoras contemporneas.

WE.MUSIC – COMO A WEB REVOLUCIONA A MSICA? from My PIX on Vimeo.