Twitter Thoughts

Twitter Thoughts

Sobre o Twitter j postei aqui e aqui, entre outros. Muitos comentrios no prprio Twitter e vrios artigos aparecem aqui e acol. A partir do ltimo texto do S. Johnson no NYT e do In defense of Twitter” no BLDG Blog de Geoff Manaugh, deixo aqui alguns pensamentos, no estilo Twitter, sobre o Twitter em meio a uma virose que me derruba:

– Twitter no como um Moleskine, para notas pessoais, em segredo,
– rede social. Pequenos fragmentos de pensamentos ou notas banais para tocar a si mesmo e ao outro.
– Ningum entende no comeo para que serve, depois todos entendem e adoram. Assim como a banalidade e a frivolidade do quotidiano.
– ferramenta de “mindcasting” ou de “seed of an idea” (Jay Rosen da NYU). Idias podem germinar em aulas, blogs, livros, artigos…
– um “ambient awareness” (Clive Thompson).
– Serve para ampliar espacialmente a conversao de qualquer coisa. Vejam o uso das “hashtags”, tipo “#qualquercoisa” (inventadas pelos usurios, assim como o “@” para se referir a algum twitter)
– um instrumento que ajuda a criar e reforar o capital social. Me sinto prximo de pessoas distantes e sinto que elas se aproximam de mim.
– um timo instrumento para receber drops de informaes, linkadas ou no em micro URLS.
– Um “quick work in progress”. Para passar e guardar sentimentos ou pensamentos como haikais!
– um “lugar” para desabafos, tipo #prontofalei, para narcisismo e construo de subjetividade.
– Instrumento para novas formas artsticas ainda pouco exploradas – micro-contos, haikais, poesia…
– Cria uma temporalidade de micro-aes em micro-pensamentos, micro-sentimentos, micro-comentrios, micro-informaes…
– Buracos negros da informao, da sociabilidade e do desabafo: alta densidade em poucos caracteres.
– So os aforismos da era da cibercultura. Nano-posts condensando o mundo.
– Prova de que small is beatiful e que menos pode ser mais?
– O twitter s faz sentido em um mundo de abundncia, onde o micro se destaca do macro. Onde h o macro, busque o micro, onde h o micro, busque o macro!

To be continued!

2 Replies to “Twitter Thoughts”

  1. Ol Prof Andr.
    Li esse post e fiquei pensando… ainda no aderi ao twitter exatamente por no perceber sua real usabilidade, pra que serve mesmo? Tenho lido em alguns blogs e textos jornalsticos sobre essa nova febre da web e todo o seu potencial e lendo seus pensamentos a la Twitter comecei a me questionar se essa mdia no superficial demais, no meio de uma rede onde j existe tanta superficialidade… Estou convencida de que menos pode ser mais num mundo com tanta abundncia como voc mesmo coloca, mas fico me sentindo meio besta recebendo esses drops de informao "superficial". Sei no, mas ainda no me convenci. No ser s uma maneira de ficar de certa forma em evidncia?
    Abraos.

  2. Oi, Andr. Parabns pelo blog.
    Gostaria de saber se voc acha que o twitter vai memso pegar (ou j pegou) no Brasil. No uso twitter e a maioria dos meus amigos tambm no usa. Ser que eu que estou por fora? Ou ser que isso um sinal de que somos culturalmente diferentes dos norte americanos?
    Sinto que as mdias convencionais tm feito campanha pr-twitter, mas acho que no assim que essas coisas pegam… O que voc acha?
    Obrigada pela ateno.

Os comentários estão fechados.