Sensibilités Performatives

 

soc_132_couv_1-4

Artigo recém-publicado na Sociétés. Ainda não disponível no site da editora.

Lemos, A. (2016). Sensibilités Performatives. Les nouvelles sensibilités des objets dans les métropoles contemporaines. In Sociétés,  “Formes urbaines”, N°132/2/2016  pp. 71-84., Bruxelles: De Boeck.

 

 

Técnica, Lúdico e Teoria Ator-rede

Dois artigos recém-publicados sobre os temas da técnica e dos games a partir da teoria ator-rede.

Critique of the essentialist critique of cyberculture – Revista Matrizes

The aim of this article is to analyse the critique of cyberculture through a discussion of the essence of technology. The article revisits the classic treatment of this theme and its actualization in the viewpoints of the new critics of digital culture. The central argument is that the traditional critical perspective (fundamentalist or pessimistic) fails to address the phenomena of digital culture due to this essentialist bias. The article proposes an analysis of cyberculture based on Actor-Network Theory (ANT), arguing that a focused view, sticking closely to the constituent networks of technical phenomena and the associations that form the social, may offer a solution to the empirical failure of critique.

Por um modo de existência do lúdico – Revista Contracampo

O objetivo deste artigo é discutir a teoria ator-rede a partir dos “modos de existência”, sugerindo a inclusão de mais um modo para pensar a modernidade. Discute-se uma questão que a leitura do último livro do sociólogo francês Bruno Latour, Enquête sur les modes d’Existence (2012), deixa em aberto: a ausência de um “modo de existência” do lúdico. Parece faltar esta que é uma das importantes dimensões da produção da subjetividade moderna. O artigo apresenta os modos de existência, propõe mais um modo (lúdico), apontando para a existência de “seres do jogo”, e estabelece correlações deste com outros modos, como o da técnica, o da metamorfose e o da ficção. O objetivo é contribuir para a discussão sobre a teoria ator- rede, os estudos sobre os games e ao campo da comunicação como um todo.