Realidade Aumentada

Realidade Aumentada

Ciclo”Comunicar Tecnologia” comea hoje no Ns da Comunicao com uma entrevista minha tentando explicar os desafios da realidade aumentada.

Abaixo a abertura e as duas primeiras perguntas da entrevista feita pelo Joo Casotti. Veja a ntegra no link acima.

“CICLO COMUNICAR TECNOLOGIA
Andr Lemos explica como a realidade aumentada ser corriqueira na vida das pessoas
Joo Casotti

Imagine a cena: voc para em frente a um monumento pblico, tira o celular do bolso, aponta para a obra de arte e, em segundos, tem na tela todas as informaes sobre a escultura. Satisfeito com o resultado, aponta o aparelho para o entorno da praa em que se encontra e recebe o endereo de uma loja prxima, onde poder comprar um livro, de um restaurante para beber um caf ou da linha de metr mais prxima.

A descrio acima um exemplo prtico de realidade aumentada, uma tecnologia que est bem mais prxima de se tornar corriqueira do que imaginamos. o que conta em detalhes Andr Lemos, professor da Faculdade de Comunicao da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Engenheiro, mestre em poltica, cincia e tecnologia pela Coppe/UFRJ, doutor em sociologia pela Universit Paris V, e ps-doutor pelas universidades de Alberta e McGill, no Canad, ele atualmente coordena um projeto de pesquisa no CNPq sobre cibercidade.

Confira a seguir a entrevista com Andr Lemos.

Ns da Comunicao Aos poucos, as pessoas esto falando sobre realidade aumentada. Quando surgiu essa tecnologia e quais fatores fazem dessa novidade uma tendncia para os prximos anos?

Andr Lemos O termo foi proposto, nos anos 90, no treinamento de pilotos de avio da Boieng e s ganhou fora agora, com o aumento do processamento da informao e das imagens. herdeira do desenvolvimento de simuladores e da realidade virtual desde os anos 60. O que acho mais interessante a possibilidade de interfacear informaes aos objetos e espaos urbanos, aumentando-os como uma carga de informao, ampliando as formas de uso. H inmeros exemplos na publicidade, no marketing, na cincia, na medicina, no turismo ou em navegao pelas cidades. A tendncia para os prximos anos aumentar seu uso tanto corporativo como social, utilizando as possibilidades de indexao de informao como mdia social interativa e participativa, como uma espcie de web 2.0 em interface com o espao pblico.

Ns da Comunicao J existem campanhas de marketing como uma que vi da Nextel , que utilizam a realidade aumentada como recurso. Qual sua expectativa sobre as possibilidades comerciais dessa tecnologia?

A. L. H vrias experincias no marketing e na publicidade (carros, salgadinhos, roupas), no campo cientfico (simulao de objetos, paisagens, sistemas) e no uso de sistemas de navegao pelo espao urbano, como o Layar, o Mobvis, o Metro Paris, entre outros. Acho que as experincias crescero muito nos prximos anos, consolidando a ideia de uma internet das coisas, na qual a informao no estar apenas na rede, no ciberespao l em cima, na matrix, mas colada aos objetos da vida cotidiana como uma espcie de post it eletrnico, acessvel pelos telefones celulares. Estamos vendo agora uma exploso de sistemas para os smartphone, especialmente para o iPhone. (…)”

Mais vdeos e infos aqui e aqui, ambos links do Carnet.