E(nd)-Books

Hoje fui convidado para falar sobre e-books e a leitura na era do digital em um evento em Porto Alegre esse ano em data a ser definida ainda. Agora, lendo meus feeds, me deparo com essa charge abaixo que aponta para um futuro prximo do dispositivo livro.

Uma rpido comentrio sobre livros e e-books. A histria mostra que “livro” qualquer suporte para a escrita e que esse dispositivo mnemnico evoluiu muito nos ltimos milnios. Primeiro eram tabuletas de argila ou pedra, depois o vlumen com os papiros e pergaminhos, depois o cdex medieval, que canonizou o formato que conhecemos hoje e que fez com que esse suporte fosse identificado com o “livro” . Em seguida, justamente, comea o questionamento sobre o fim do livro pela desmaterializao desse tipo de suporte (o cdex) com a tela dos computadores, seus hipertextos e agora os e-books e “tablets” (vejam que voltamos idia original de “tabuletas”).

No fundo o debate sobre o fim do livro ao meu ver uma falsa questo. Se “livro” um suporte para a escrita ele pode ser uma “tabuleta” eletrnica ou um e-book como o Kindle. Acredito que a ideia de livro no deva ser aprisionada em uma forma nica de fixao de informao escrita como o cdex.

Estamos caminhando em direo desmaterializao do suporte, mas no ao fim da leitura. Os suportes mudam sem implicar o fim do seu contedo, a escrita, ou de sua prtica, a leitura. A histria do “livro” mostra justamente isso: da tabuleta, passando pelo papirus, pergaminho, cdex, hipertextos e agora e-books, o contedo s aumentou em volume e qualidade (o uso da escrita para contar histrias, cincia, filosofia ou fazer contratos e leis), assim como sua prtica (a leitura) foi democratizada e se extendeu toda a humanidade (a luta pela alfabetizao uma prova disso e ler e escrever se tornaram direitos universais).

Mesmo que o suporte desaparea completamente e nossos filhos ou netos perguntem “o que livro?”, a prtica da leitura e o uso da escrita s vo aumentar. Pouco importa o suporte.