Cabelo e Games

Ontem em Imbassa, praia a 65 km no litoral norte de Salvador, vi esse “Point do Cabelo” que , ao mesmo tempo, barbearia e game house. Quando vi pensei logo nas multifuncionalidades locais e fiquei imaginando uma pessoa cortando o cabelo e jogando ao mesmo tempo. A loja estava fechada no domingo e no pude ver no interior, mas imagino alguns computadores precrios convivendo lado a lado com cadeiras e barbeiros “da antiga”. Voltarei um dia para ver funcionando. Mas, para o que me interessa, curioso ver como os lugares ganham mltiplas funes (e isso muito comum no Brasil e parace mesmo ser uma lei – “quanto mais precrios, mas multifuncionais so os lugares”), novas heterotopias, mantendo alguns enraizamentos que os fazem ser exatamente isso, lugares. uma barbearia, s que diferente pela nova territorializao informacional que se institui por um “modo de mediao” ldico.

Deve ser muito mais interessante cortar o cabelo e/ou jogar nessa barbearia do que nas tradicionais ou aquelas mais modernas que te oferecem gua e cafezinho em ambiente assptico e sem graa. Cortarei meu cabelo l da prxima vez e, a depender do resultado ;-)), recomendarei a todos!

2 Replies to “Cabelo e Games”

Os comentários estão fechados.