Estou participando do Lusocom em Santiago de Compostela e, da cidade mistica e seus peregrinos (muitos, a p, de bike…), aproveito para atualizar um pouco esse Carnet.

O evento est sendo interessante mas com muitos trabalhos e pouco tempo para apresentaao e discussao… fazer o qu? muita comunicaao e pouca discussao, como na maioria dos encontros…muitos brasileiros e portugueses…encontrei alguns colegas brasileiros e tambm da universidade de Aveiro, Portugal, com quem tnhamos um acordo de cooperaao.

Apresentei uma paper sobre tecnologias mveis e cibercultura, fruto da pesquisa sobre cibercidades e essa nova fase da conexao sem fio – nao vi nenhum trabalho sobre o tema o que me deixou perplexo…

Depois de muita chuva nesses dias, faz sol agora e vou abandonar esse computer para me perder nas ruelas da cidade…Depois parto para o Porto e talvez faa uma conferncia na Universidade de Aveiro antes de voltar ao Brasil.

Deixo pedaos de vdeos que fiz por aqui depois…

antes vejam atualizaoes sobre a TV digital brasileira…

http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI970110-EI4797,00.html
Quarta, 19 de abril de 2006, 17h27
Ministro anuncia TV Digital com software livre brasileiro

O Ministro de Cincia e Tecnologia, Srgio Rezende, participou da cerimnia de abertura da stima edio do Frum Internacional de Software Livre (FISL), na tarde desta quarta-feira, e divulgou mais detalhes do modelo digital para o sistema de TV aberta no Brasil. De acordo com o Ministro, o projeto contar com software livre desenvolvido no pas.

Rezende declarou que o anncio seria feito por Luiz Incio Lula da Silva, que est no Rio Grande do Sul para a inaugurao de um Parque Elico no municpio de Osrio, entre outros compromissos. O presidente, no entanto, no pode participar da cerimnia do Frum, em Porto Alegre, e confirmaria o anncio nos prximos dias.

a.. O software livre que ser utilizado na televiso digital brasileira foi desenvolvido na PUC do Rio de Janeiro, de acordo com o Ministro. Rezende explicou que o que est em jogo, entre os modelos europeu e japons, a tecnologia de modulao, um dos componentes mais importantes do sistema.

Entre os espectadores da cerimnia de abertura do FISL, aparecia uma faixa com os dizeres “Queremos TV e rdio digital em software livre e sem patentes”. “Com certeza, o Governo apia isso e assim que deve ser encaminhado”, respondeu Rezende.

Redao Terra