404nOtF0und

404nOtF0und

Novas edies da revista eletrnica 404nOtF0und discutem flash e smart mobs e pirataria cyberpunk…

404nOtF0nd uma publicao eletrnica internacional, criada em fevereiro de 2001, centrada nas particularidades da cultura eletrnica contempornea. Pretende ser uma publicao aberta experimentaes estilsticas e perspectivas aguadas em relao ao contemporneo. Artigos, ensaios, entrevistas e resenhas, arte eletrnica sero publicados ao menos uma vez por ms e distribudo de forma eletrnica atravs de assinaturas gratuitas por lista e pelo site (ISSN 1676-2916).

Vejam os resumos e os ltimos artigos completos no site

#65 – FLASH E SAMRT MOBS: uma anlise do cenrio das metrpoles contemporneas

Mnica Schieck

Resumo: A proposta deste trabalho analisar as prticas contemporneas de agregao social, tais como as flash mobs e as smart mobs, que ganharam notoriedade por reunirem um considervel nmero de pessoas no circuito urbano das metrpoles. Trata-se da culminncia de um processo organizado e articulado no interior das atuais tecnologias informacionais de comunicao (TIC) que permitem uma comunicao descentralizada, a circulao da informao num curto espao de tempo e agilidade nas rearticulaes necessrias. Para tanto procuramos descrever como os atuais dispositivos de comunicao servem de suporte para uma reformulao no modo como os indivduos estabelecem relaes interpessoais. Se na dcada passada assistimos a formao das comunidades virtuais, diante deste incio de sculo apontamos a experimentao de novas prticas sociais que evidenciam a utilizao das tecnologias mveis de comunicao para sua mobilizao.

#66 – ALM DOS SETE MARES: os usos do termo pirata pela cibercultura

Rodolfo Rorato Londero

Resumo: O objetivo deste artigo analisar as conexes metafricas entre o universo da pirataria e o da cibercultura. Mapearemos, portanto, os usos do termo pirata pela cultura digital, sem nos determos em questes de origem. Para ilustrar nossas exposies, nos valeremos de exemplos prticos (o projeto do site sueco Pirate Bay) e imaginrios (as obras de William Burroughs e, principalmente, dos escritores cyberpunks). Tambm nos apropriaremos do conceito de zona autnoma temporria (TAZ, na sigla em ingls) proposto pelo filsofo anarquista Hakim Bey, justamente por abarcar tanto os piratas quanto os rebeldes da fronteira digital.

Palavras-Chave: Cibercultura Cyberpunk Pirataria