Vai aqui a dica de um livrinho delicioso (obrigado Jeder!) do jovem francs Martin Page, “Como me tornei um estpido” (Rocco, sd).

O livro uma ode mediocridade. O autor fala da infelicidade das pessoas inteligentes, cientes dos problemas do mundo e do esprito. Cansado de ser inteligente, sofredor e pobre, Antoine, o personagem, decide que vai se tornar um estpido para ser feliz, rico, aceito. Muito divertido.

Dois pequenos trechos:

” A inteligncia torna a pessoa infeliz, solitria, pobre, enquanto o disfarce de inteligente oferece a imortalidade efmera do jornal e a admirao dos que acreditam no que lem.”

“eu tenho a maldio da razo; sou pobre, solteiro, depressivo. H meses reflito sobre a doena de refletir demasiadamente e estabeleci com toda a certeza a correlao entre a minha infelicidade e a incontinncia da minha razo.”.