Bruno Latour – Reagregador do Social

Texto no Caderno de Sábado no jornal Correio do Povo de Porto Alegre.

 

 

 

 

 

 

 

BRUNO LATOUR, REAGREGADOR DO SOCIAL

André Lemos

O filósofo americano Graham Harman chamou Bruno Latour de “Príncipe das Redes”. De fato, se podemos resumir o pensamento complexo do sociólogo francês, esta parece ser uma boa expressão. Em toda a sua vasta obra, Latour busca descrever e analisar as redes entre elementos humanos e não humanos que vão constituir o social. Este é menos o contexto de onde domínios específicos (política, ciência, economia) emergem, do que o resultado particular de mediações em uma vasta rede. Portanto, menos interessado em grandes explicações, como estão aqueles que ele chama de “sociólogos do social”, Latour faz uma “sociologia das associações”, fiel à origem do termo social (“o que associa”, inspirado em Gabriel de Tarde), das mediações, das redes.

Continue reading “Bruno Latour – Reagregador do Social”