” Mais vale esperar o acaso de um encontro, sobretudo sem ter o ar de esperar tambm. Pois assim, dizem, que nascem as grandes invenes…” (Jean Echenoz, “Vou embora”, p. 45).